Vestibular

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) tem como objetivo avaliar os acadêmicos concluintes de cursos de bacharelado e superiores de tecnologia. O aprendizado e o desempenho destes estudantes em relação aos conteúdos programáticos específicos dos cursos, bem como questões de conhecimentos gerais são considerados na prova.

Aplicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), a prova é realizada em ciclos avaliativos por área de conhecimento. O ENADE é componente curricular obrigatório, sendo a colação de grau condicionada à participação dos acadêmicos convocados.

Neste ano, concluintes dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Biomedicina, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Odontologia, Estética e Cosmética da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) prestarão o exame. O teste será aplicado no dia 26 de novembro e os estudantes podem consultar o local de prova através do site do Enade.  

A relevância do exame para a instituição é destacada pela pró-reitora acadêmica da UCPel, Moema Chatkin, visto que o seu resultado serve de insumo ao cálculo dos Indicadores de Qualidade da Educação Superior — importantes instrumentos de avaliação da educação superior brasileira. “Enade, Índice Geral de Cursos (IGC) e Conceito Preliminar de Curso (CPC) são indicadores de qualidade que fazem parte do cadastro do curso no MEC”, diz Moema.

Este é um momento especial também para o estudante, conforme a pró-reitora. Ademais de terem a oportunidade de avaliar os seus conhecimentos, os alunos fazem parte da nota que o seu curso e a sua Universidade recebem. “É muito importante o compromisso com a realização do Enade pois através dele todos têm a oportunidade de contribuir com a qualidade do ensino e da formação”, discorre. “Além de ser parte da nota da sua instituição, cujo diploma será seu passaporte para a vida profissional”, complementa Moema.

 

Redação: Caroline Albaini