UCPel e Sinduscon dão novo passo para construção de parceria com foco nas demandas do mercado

A Universidade Católica de Pelotas (UCPel) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil de Pelotas (Sinduscon) deram um novo passo rumo à consolidação de uma parceria que visa troca de experiência. Com a participação de coordenadores de cursos, universitários e representantes da construção civil, os presentes discutiram em reunião na última terça-feira (25), no Pelotas Parque Tecnológico, como pode ser ampliada a relação entre ensino e mercado. 
A parceria entre Católica e Sinduscon tem a proposta de aproximação como principal mote, alinhando as demandas do seguimento empresarial com as atividades de formação acadêmica. O coordenador do Escritório de Desenvolvimento Regional (EDR), Fábio de Castro Neves, destaca que é uma iniciativa positiva para ambos os lados, visto que a UCPel quer conhecer melhor as necessidades das construtoras, de forma que qualifique ainda mais a formação do seu acadêmico, ao mesmo tempo que colabora com o desenvolvimento, atendendo necessidades locais e regionais. “A Universidade quer ter um egresso diferenciado no mercado de trabalho, que esteja preparado para enfrentar a exigência e as demandas das construtoras”, comenta.
Para os empresários da construção civil a união representa a possibilidade de que as futuras contrações de profissionais devem ser mais assertivas, uma vez que os egressos sairão da instituição preparados para realizar um trabalho em sintonia com as especificidades da construção civil em Pelotas e região. Para o gestor da Serial Engenharia, Rui Fernando Lucas, isso permitirá que os acadêmicos cheguem ao mercado prontos para lidar com sistemas e técnicas construtivas em utilização. “O objetivo na reunião é propor uma aproximação maior do que vem sendo feito na nossa região e poder inserir os alunos nesses processos. Desse modo, vamos unir várias áreas para que possam desenvolver juntas a uniformização do conhecimento”, explica.
A reunião contou com a participação de coordenadores dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, engenharias Civil, Elétrica e Eletrônica, acadêmicos e representantes das construtoras V3empar, Roberto Ferreira, Solum Construtora, Serial Engenharia, Olavo Rocha Construtora e Idealiza Urbanismo. 

foto da notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *